quarta-feira, 21 de maio de 2014

MEU CAMINHO

No meio da madrugada
Meus pensamentos viajam
Minhas lutas me encorajam
A continuar meu caminho
Por certo que tenho um ninho
E uma prenda lindaura
O que mais precisa um taura
Que não caminha sozinho

A vida não é difìcil
Ela é pra ser vivida
Nos marca e nos deixa feridas
Que o Deus Tempo sempre cura
Amigos são a fartura
O que realmente importa
E o sorriso é a porta
Daquele que a paz procura

Não tenho muita riqueza
Além de um rancho e de um pinho
Mas não me falta carinho
Daqueles que tanto amo
Não há nada mais insano
Me dá nojo até do cheiro
De gente que só tem dinheiro
E um coração desumano

Quando eu partir a cavalo
Pra estancia grande do céu
Eu não quero mausoléu
E nem muitas homenagens
Quero fazer essa viagem
Solito, eu e meu pinho
Quero ir bem devagarinho
Cantando a minha história
Que vai ficar na memória
De quem cruzou meu caminho

Nenhum comentário: